Número total de visualizações de página

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

A QUEDA DO ANJO !








As asas angelicais de Francisco Lopes de tanto esbracejarem em voos descontroladas, partiram-se ….
O ar de Lamego está assolado de penas rotas e esvoaçantes.
Com as asas partidas, o angélico caiu dos céus e esborrachou-se no chão de Lamego….
Como sem asas já não é angélico, esparrachado no asfalto negro, Francisco Lopes  tenta a todo o custo sobreviver.

Francisco Lopes já accionou o processo de saneamento financeiro da Câmara de Lamego.
Assim do tipo … resgate financeiro, para poder pagar salários, electricidade pública, limpeza das ruas, água …. porque não há tusto!
Só que para ser resgatada e o Ministério das Finanças, da Tutela Autárquica e o Tribunal de Contas autorizarem, Câmara de Lamego tem de garantir financiamento.  
Ora é aqui que o Francisco Lopes tem um problema tremendo  

O Presidente da Câmara de Lamego percorreu todos os multibancos das instituições bancárias, nacionais e estrangeiras, incluindo o Banco Europeu de Investimento e em todos leu  ….. fora de serviço !  
Bem, a Caixa Geral de Depósitos ainda lhe permitia um levantamento de oito milhões e meio, mas …. Francisco Lopes precisa de muito, muito mais!

Só a fornecedores a Câmara do Francisco Lopes deve 18.225.619,14€ …  

Por isso, para além de os oito milhões e meio só darem para pagar os calotes dos alfinetes, a nega de financiamento por parte dos bancos num valor que, pelo menos, lhe permita pagar aos fornecedores, fará com que o saneamento financeiro não passe no crivo … e seja devolvido à procedência!

Isto é um problemão!
Partiram-se as asas. O anjo caiu !!!

Francisco Lopes está sem tempo …. e sem crédito !
A Câmara que estiraçou, está em aluimento acelerado e irrefreável !    


O CASPER  que já leu o processo de saneamento financeiro, diz que a lista de dívidas é soberba e inacreditável e, promete trazê-lo até aqui!

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

DIRECTAMENTE DA HOLLYWOODLÂNDIA !!!





Hoje em Lamego, houve uma Assembleia Municipal muito lustrosa …

Francisco Lopes previa que iria ter uma Assembleia muito negra, porque o assunto do dia era a fossa cavernosa e escavacada das contas da Câmara que …. espargiram !
Francisco Lopes já sente a corda a apertar-lhe o pescoço, os credores já têm raízes de tanto se plantarem à porta da Câmara e o Tribunal de Contas exige que a Câmara apresente um plano de saneamento financeiro que terá de passar pelo seu crivo …

Para alumiar o carregamento negro na Assembleia Municipal, Francisco Lopes mandou vir a sua radiosa deputada Teresa Santos …
É lindo vermos por cá, tão luminosa Deputada!
E até resultou …
Francisco Lopes tinha razão.
Teresa Santos está para a política …. como a Miss Piggy está para os Marretas!

Os Senhores do PS que se assentam na Assembleia Municipal, resolveram questionar o Presidente da Câmara sobre as conclusões das solicitudes que prometeu fazer junto do seu governo, sobre o aumento das camas no novo hospital de Lamego e que Francisco Lopes asseverou conseguir com a vitória eleitoral e governativa do PSD-CDS.

Perguntado ….. Francisco Lopes de semblante amarelo, respondeu …. Tudo na mesma!

Eis quando …. Teresa Santos, sacudiu os caracóis, rapou do microfone e anunciou com pompa e circunstância:
não há mais camas no hospital novo de Lamego, porque a administração do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro ainda é do partido socialista “ !!!!!



Dizem-nos que os sorrisos gerais da Assembleia, não foram ocultados.
Foi chato terem-se rido ….

Os Senhores Assembleisticos tinham obrigação de saber, que a deputada tem andado por terras da Hollywoodlândia  e por isso ainda não sabia, e ninguém lhe tinha ainda contado, que é o seu partido, o PSD, quem governa Portugal há 8 meses!

Por acaso, achamos muito chato, que ninguém lhe tenha dado a novidade …

Estamos convencidos que a Deputada Teresa Santos deverá ter conhecimento, que quem manda nos Hospitais é o Ministro da Saúde e o Secretário de Estado da Saúde, e que quem manda …. manda!
Por isso, se já lhe tivessem contado que é o seu partido quem governa Portugal e que o Ministro da Saúde e o Secretário de Estado da Saúde são governantes do PSD, partido de que ela é deputada, a Teresa Santos não tinha dito que a culpa das não camas no Hospital de Lamego, é da administração socialista do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro …

Pelo menos, a Assembleia Municipal de hoje em Lamego teve virtudes …

Ficamos a saber que na questão das camas para o Hospital de Lamego, Passos Coelho e o Paulo Macedo mandaram o Francisco Lopes dar uma volta, e que por vontade deles … o hospital teria o mesmo caminho do Tribunal de Lamego!

E … finalmente …. a Teresa Santos ficou a saber que quem governa Portugal   é o seu PSD e que é o seu Passos Coelho, quem manda em todos nós e até na  administração socialista do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro …
Agora só esperamos que a Teresa Santos perceba, que se agora não há mais camas no novo hospital de Lamego, a culpa nos tempos que correm é só mesmo do governo do partido dela, que já teve 8 meses para as mandar aumentar  …



O CASPER acha que era melhor o Passos Coelho mudar já os boys socialistas da administração do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro, como já fez com os outros hospitais todos. Assim, evitava quaisquer tipo de baralhanços na cabeça da luminosa Teresa Santos! 





segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

GARGALHEIAM DE QUÊ E DE QUEM ???!!!






Não conseguimos perceber o que é que, quando estão no seu trabalho governativo, tanto diverte estes senhores, e muito menos o que lhes provoca tantas gargalhadas e gozo …

De que gargalheia este Passos Coelho, Primeiro-ministro de Portugal?
Com quem goza, este governo do Passos Coelho e Paulo Portas?

Suspeitamos que o Passos Coelho e seus mochaços se divertem à grande, com as nuances de nos mandar para cima com uma austeridade “além da troika” (o memorando inicial não impõe o imposto de 50% sobre o 13º mês, taxas de IVA a 23% na energia e na restauração, os aumentos brutais nos transportes e nas taxas moderadoras, a eliminação dos subsídios de férias e de Natal dos funcionários públicos e pensionistas...)!

Suspeitamos que a nossa austera “além troika”, tem como música de fundo, os risos, as gargalhadas e o gozo fininho da orquestra descompassada que nos governa !

A Passos Coelho, Paulo Portas, Miguel Relvas e ao Gaspar deixamos mais um punhado de boas razões para continuarem a gargalhear ….

  • No mês de Janeiro as receitas fiscais diminuíram 7,9% (em comparação com Janeiro de 2011), apesar de todos os aumentos de impostos que o governo nos arremessou para cima. O Orçamento de Estado do governo do Passos Coelho prevê que em 2012 um aumento ao nível receitas fiscais de 2,9%.
  • Os dados do INE sobre o 4º trimestre de 2011 demonstram que a recessão atingiu os -2,7% e a Comissão Europeia já prevê para 2012 uma recessão de -3,3%.
  • Todos os dias fecham centenas de empresas.
  • O consumo, privado e público, tiveram (e agravar-se-á) uma retracção que nos leva directamente para os anos 70.
  • Para cúmulo, estes esforços todos, levaram ao crescimento da dívida pública de 102% …  para 110%
  • O desemprego atingiu a taxa mais alta que há memória, situando-se nos 14% (771 mil ) e nos jovens atingiu já os 35%. Significando que 14 em cada 100 trabalhadores portugueses e 1 em cada 3 jovens com menos de 25 anos estão desempregados.
  • Todos os dias quase 900 portugueses perdem o emprego.
  • Portugal tem 1,2 milhões de trabalhadores pobres (Incidência da pobreza dos empregados por conta de outrem é a terceira maior da UE )
  • Risco de pobreza aumentou e atinge 25% dos portugueses. (De acordo com os dados do Eurostat, o risco de pobreza em Portugal está acima da média europeia)
  • Por dia, 95 famílias portuguesas deixam de conseguir pagar os empréstimos (mais de 34 mil famílias entraram em incumprimento. Segundo Banco de Portugal o incumprimento no crédito à habitação é quase sete vezes superior).
  • Estudo da Comissão Europeia diz que as medidas de austeridade tomadas pelo Governo foram distribuídas de forma desigual entre ricos e pobres (Segundo a Comissão Europeia as medidas de austeridade tomadas pelo Governo português, para além de estarem distribuídas de forma desigual entre ricos e pobres, fizeram subir o risco de pobreza, particularmente entre idosos e jovens)
  •  571 986 crianças e jovens deixaram de ter direito a abono de família
  •   Governo cortou 33% nos apoios a crianças e jovens (O Governo está a conseguir poupar a sério nos apoios a crianças e jovens e, com isso, a ter grande sucesso no cumprimento das metas do défice público definidas para este ano. A fatia que mais contribui para esta rubrica são os abonos de família, incluindo as contribuições a crianças com necessidades especiais. Do lado da receita, regista-se uma enorme quebra na tributação dos dividendos e participações nos lucros.
  • Mais sem-abrigo nas ruas e centros de acolhimento cheios (Mais sem-abrigo nas ruas, alguns com cursos superiores, centros de acolhimento esgotados e o aumento de pedidos às equipas que distribuem alimentos e agasalhos pelas ruas, com as instituições já sem capacidade de resposta).
  • Alteração no perfil das famílias que pedem ajuda: muitos dos novos pedidos vêm de famílias de classe média (São casos de agregados que perderam o direito a algum tipo de subsídio, ou em que, um ou os dois membros do casal ficaram no desemprego ou em situações de emprego precário. “Há ainda casos de famílias que não conseguem aguentar as medidas de austeridade já impostas pelo Governo”. Estão também a aumentar as situações de famílias que não conseguem suportar as elevadas mensalidades do crédito à habitação que têm de pagar ao banco ou das rendas de casa. Os pedido de ajuda à Caritas e AMI quadruplicaram)
  • Aumenta a mortalidade em Portugal com picos, que não se registavam há muitos anos (só na última semana morreram mais de 3000 portugueses, essencialmente idosos)
  • Clima Económico (calculado através de inquérito a empresas da indústria, construção, comércio e serviços) segundo o INE, o caiu para -4,7 em Janeiro o valor mais baixo de sempre. Em Dezembro já era recorde com -4,4.)
  • A Confiança dos Consumidores (calculado através inquérito aos particulares) de acordo com o INE, baixou como nunca, para - 57,1% (o anterior máximo era de Dezembro - 56,8%).

A nós, há muito que o riso se engoliu ...
Quando olhamos para estes números oficiais ... sentimos que para muitos, muitos portugueses .... saiem lágrimas da garganta! 

E se somos "piegas" …. é porque não gostamos que se riam à custa do empobrecimento com que nos sentenciaram …. e muito menos, para que aqueles senhores se divirtam a governar-nos, se riam, gargalheiem e gozem! …  



O GASPER diz que estes senhores deveriam ir ….e rir-se para o raio que os partam!

sábado, 25 de fevereiro de 2012

O PLANO DA INSUSTENTABILIDADE .... DA LAMEGO CONVIDA !





Em Abril de 2006 Francisco Lopes deu à luz a empresa municipal Lamego ConVida para fazer, o que deve ser feito por qualquer Câmara, e através dela, fugir às lupas legais que controlam as contas municipais e as contratações.
Francisco Lopes encarregou o seu então chefe de gabinete – o emirato financeiro Paulo Correia – de gerir a Lamego Convida, assumindo ele próprio a presidência do seu conselho de administração.
Os escâmbios entre a Lamego Convida e a Câmara de Lamego foram escritos num contrato programa que o Tribunal de Contas aludindo ao ano 2008, decretou ser bué de ilegal. Desde então, já escrevinharam 4 novas versões, para ver se conseguiam cobrir-se com a lei, mas como a coisa pelos vistos  nasceu toda enriçada, não há lei que a desenrice, e por isso o Tribunal tem devolvido tudo à procedência e continua a dizer … ilegal!
Com o Tribunal de Contas a roer-lhes as canelas até aos ossos, e com o  governo a pôr-lhe travão nos desvarios financeiros, depois do mirabolismo de a  Lamego ConVida passar a ser a dona do Teatro Ribeiro Conceição, para com este aumento de capital lavar-lhe a cara e, ao mesmo tempo, fazer nascer “no papel” das contas da Câmara cerca de 8 milhões, foram agora obrigados a cumprir uma norma que lhes impunha que na data da sua constituição, a Lamego ConVida tivesse um estudo de viabilidade económica e de sustentabilidade financeira que era, e ainda hoje é, obrigatório por lei (nº 3 do artº 4º da Lei nº 58/98 de 18 de Agosto, e artºs 7º e 9º da Lei nº 53-F/2006, de 29 de Dezembro).


Percebemos que o pai e o gestor emirato financeiro da Lamego ConVida, tentem desesperadamente evitar o esborrachanço e evitar que os carimbem na testa com o rótulo da ilegalidade…
Mas se era para taparem os buracos das ilegalidades e tentarem convencer alguém que a Lamego Convida é imprescindível para Lamego e que não dá bués de bués de prejuízos, fazerem um Plano de Sustentabilidade até … 2036 ( !!! ) que é todo estorcegado, não é a nada boa ideia!  
O Plano de Sustentabilidade 2036 do emirado financeiro Paulo Correia e da divindade Francisco Lopes é um excelso de um plano.
A magnificência das 3 amostras de copianços ( e garantimos que há muitos mais … ) patenteia um descaramento anormal, de copiar tudo o que é feito, por esse mundo fora, em planos e orçamentos de estado, mas também um carregamento de minhocas neurais …
A excelsia planal está também, nas previsões contabilísticas que ali se fazem e mostram-nos como os senhores da Lamego ConVida estão mesmo convencidos que o seu magnifico Palano de Sustentabilidade, será lido por intelejumentes …    


A Lamego Convida vai custar a Lamego, pelo menos, 71 milhões de euros nos próximos 30 anos, encargos que a Câmara do Francisco Lopes assumiu por escrito.
Do esmiunçar do Plano de Sustentabilidade 2036 e das contas de gerência até 2010 ( as de 2011 ainda não foram publicadas) desta monstruosidade municipal, percebemos a aberração da sua existência e gestão …  
No ano da sua constituição 2006 (Abril) a Câmara do Francisco Lopes transferiu para a Lamego Convida a verba de 111.900 €, destinando-se 75.644 € a pagar ao pessoal, que nesta altura era só constituído pela sua administração.
Se examinarmos as receitas próprias (vindas dos serviços que presta) e os custos que suporta com o seu pessoal trabalhador, vemos que a extravagante Lamego Convida:
  • Em 2007 gastou em pessoal seis vezes mais que as suas receitas próprias;
  • Em 2008, 2009 e 2010 gastou sempre, só em pessoal, quase o dobro do que consegue receber nas suas receitas próprias.
E se nos debruçarmos sobre as receitas próprias e as despesas totais, verificamos que a beleza da Lamego Convida:
  • Em 2007, ano do seu arranque, custou à Câmara dez vezes mais que as receitas próprias ter;
  • Em 2008 e 2009, custou cinco vezes mais à Câmara que as receitas próprias que conseguiu recolher;
  • Em 2010, custou três vezes mais à Câmara que as receitas próprias que conseguiu realizar.

Mas como entre a Câmara e a Lamego Convida, as coisas funcionam numa onda de braldocas, quando comparamos as continhas das entradas e saídas entre uma e outra … a coisa não bate certa!
No ano de 2010, a Lamego Convida contabilizou nos seus papeizinhos um subsídio de exploração dado pela Câmara de 1.373.877 €, mas nas continhas de gestão da Câmara do mesmo ano, é contabilizado o valor de 1.723.858 €.
Que o mesmo é dizermos: há “ movimentações” entre a Lamego ConVida e a Câmara de Lamego de cerca de 350.000€ descompatibilizadas, e destas, quase 250.000 € não estão explicados.
No meio dos desarranjos ficamos a saber que a Lamego Convida gasta, só com o pessoal, cerca do dobro do que consegue fazer entrar nos seus cofres em receitas próprias, e gasta, no total das suas despesas, pelo menos três vezes mais que as receitas que consegue produzir.
É claro que isto não é um problema com que os sublimes administradores da Lamego Convida se tenham de preocupar. O contrato programa que foi escrivinhado entre a monstrona empresa municipal e a Câmara do Francisco Lopes, diz que os cofres municipais lhe dão todos os anos milhões e que se não chegarem para cobrir os deficits da elefanta o município camarário arrota com o que for preciso para tapar os buracos!
Que o mesmo é: podem gastar à vontade e à fartazana que os Lamecenses e cidadãos portugueses tudo pagarão através dos seus impostos!
Sim porque já todos demos conta que o poço da Câmara tem fundo … e que se já há 4 anos o fundo transbordou, quando o emirato financeiro e gestor-administrador Francisco Lopes escarrapam no Plano de Sustentabilidade uns milhões previsionais para receberem, só podem ser para nós pagarmos …  

As contas previsionais do Plano de Sustentabilidade só não nos fizeram desconchavar em gargalhadas, porque nos assaltou o pensamento que a comicada, que nos provoca o riso, é a mesma que nos obriga a pagá-la…
Como sempre fizemos questão de não nos tomarem por mentirosos e somos como o S. Tomé …. “ver para crer”, trouxemos alguns extractos previsionais que atestam a excelsa previsional das mentes gestoro-administrativas da Lamego ConVida!

E divertimo-nos a fazer algumas simples contas, como por exemplo sobre a evolução das receitas previstas para 2012 e 2013 de alguns dos equipamentos que a Lamego Convida gere:
                                               2010                       2012                     2013
Piscinas Cobertas …….     105,577€ ………  182.000€ ……. 275.437,06€
                                                      +76.423€                 + 100.000€
Piscinas Descobertas …..  147.343€ ………. 120.000€ ………  181.671,26€
                                                       - 27.000€                   + 60.000€
Teatro Ribeiro Conceição …63.356€ …….. 243.375€ ………… 368.398,51€
                                                        + 180.019€              + 61.671,26€
Pav. Álvaro Magalhães ….. 90.917€ ………  80.000€ ………… 121.114,17€
                                                       - 10.917€                              + 41.114,17€
Sede da Lamego Convida  …..  ------ ……… 129.340€ ………  195.690,16€

Revelamos que estremecemos com tamanho upa-upa!
Será que apesar de o pessoal estar entesado, esmifrado, esticado, liso, repuxado, estivado, polido em 2012, no ano de 2013 lhes vai nascer nos bolsos muitos euros, para gastarem nas natações cobertas e descobertas, bater palmas, dar umas cambalhotas … e comprar não sei que serviços na sede da Lamego Convida ???

E que dizermos do Centro Multiusos ??? Em 2012 ficamos a saber que não há nada para ninguém e não entra tusto … mas nos anos seguintes e até 2036 entram sempre, certinhos e direitinhos uns rigorosos 317.700€ !!!!
Isto é que o que se chama de …. constância previsional !
Mas parece-nos que há um problemazinho …. A grande obra do século e da prosperidade do Francisco Lopes só vai ter receitas de 317.700€, por ano??? Se até as mentes brilhantes e dos upas-upas não prevêem mais, e dizem que ao longo de 24 anos é sempre assim …. Tá lindo … muito lindo!

Outra coisa que é sempiternamente ao longo de 24 anos são os gastos com salários, despesas de representação, comunicações, deslocações, estadias e transporte do pessoal !!!!
Se não há variações, ficamos a saber que … é tudo gente ininterrupta!
Ou será que são valores que constituem pagamentos fixos aos destinatários?!

O Tribunal de Contas deu a badalada da meia-noite e pôs a nu para que os crentes se convençam, que o coche ornamentado a que Francisco Lopes chamou de Lamego Convida e que exibiu douradamente aos Lamecenses, é uma abóbora gigantesca que de tão podre …. está prestes a esborrachar-se sobre a cabeça dos cidadãos de Lamego!   



O CASPER diz que o Tribunal de Contas não é intelejumento e por isso sacramenta, que o Plano de Sustentabilidade 2036 da Lamego Convida, vai "pegar fogo"  … 

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

CARNAVALIANDO ....





Os funcionários públicos e mais uns quantos trabalhadores portugueses, que totalizaram 35% da população activa de Portugal, não tiveram Carnaval!
O pior não foi terem-lhes tirado o Carnaval.
O pior mesmo, foi que no cardápio de todos os arroubos que o Governo de Passos Coelho e Paulo Portas têm feito aos funcionários públicos, ficará  também a constar a humilhação de serem obrigados a fazer parte do Carnaval em que se transformou este governo.
Depois de tramar os funcionários públicos cortando-lhes mais de um terço dos seus rendimentos, o governo resolveu exibi-los neste Carnaval à Alemanha, como um símbolo da produtividade de um dia de trabalho, transformando-os nos figurantes carnavalescos de serviço …
Até parece que ainda ninguém percebeu que se os funcionários públicos foram obrigados a andar mascarados um dia, o governo do Passos Coelho pelo que se tem visto, faz Carnaval o ano inteiro….
A governação de Portugal está transformada numa miscelânea de palhaçadas e de bailes de máscaras, onde cada um dos seus ministros se debatem para ganharem o prémio da melhor representação carnavalesca.

Não fizemos parte dos 65% dos portugueses trabalhadores que, com agrado nosso, puderam ir Carnavalar.
Mesmo assim …. fizemos o nosso corço carnavalesco, serpenteamos e confeituamos …. com os que nos governam, já que a eles devemos este nosso Carnaval!  

O campeão das máscaras carnavalescas tem sido o próprio Primeiro-Ministro Passos Coelho, pela qualidade das máscaras que tem usado e pelo seu desempenho. A máscara do impudor ultra-liberal, assenta-lhe que nem uma luva. Mas engalanamo-lo também, com um chapeuzinho de pirata, porque para satisfazer os seus amigos, assalta o dinheiro dos contribuintes de tal forma, que o Diário da República transformou-se num suplemento de emprego do Povo Livre. E ainda, porque o seu descaramento desnudo, se adapta bem, à piratice das diversas máscaras que usou enquanto fazia campanha para ser Primeiro-Ministro, e aquelas que passou a usar, como a da invenção de desvios colossais para duplicar e triplicar, a austeridade imposta pela troika e cumprir o seu próprio programa de governo.


Paulo Portas traja a originalidade viajante no desempenho da pasta dos Negócios Estrangeiros que lhe permite, de vez em quando, visitar Portugal! Pouco o vemos por Portugal, mas ainda recentemente apareceu por cá, para inaugurar um centro tecnológico de uma empresa chinesa, só não percebemos se a sua presença era em nome do governo ou em representação de José Sócrates ausente em Paris, já que o centro era obra do governo anterior.
Mas até que é bom, que só apareça em Portugal de vez em quando … Quando esteve no governo do Durão e a defesa o obrigava a ficar mais por cá, deu-lhe para andar em negociatas de submarinos com a Alemanha e usou a máscara do almirante vitima!


O Álvaro que faz discursos dignos de um vendedor da banha da cobra e que já não consegue convencer ninguém de que é o Ministro da Economia, do Emprego … dispensamos-lhe o traje carnavalesco do homem do “Ma´quenata´s”, homenageando-o, pela sua invenção económico-natistica de impacto incontornável!


Para Assunção Cristas, uma rapariga com ar de governanta que deve ter sido escolhida para a pasta da agricultura porque quando se veste um pouco melhor até parece uma agricultora em dia de ir à feira vender flores, assenta-lhe fabulosamente, a máscara da gravatona, não só porque é mais adequada ao seu papel ministeriável, mas também porque tomou a medida governamental sem precedentes, em prol da agricultura, do mar, dos rios  …. de mandar os homens seus dependentes, deixarem ficar as gravatas em casa, porque gastavam muita energia!   


Já a Paula Teixeira da Cruz assenta-lhe o enroupamento chic do flut de champanhe condizente com os festejos, pelos empurrõezinhos que tem dado à sua própria família no rol das nomeações. No desempenho de Ministra da Justiça … veste um traje de cerimónia virginal, com que mascara a defesa de mais e melhor justiça, para esconder que trata o acesso à justiça para todos, como se fosse um rolo de papel higiénico!      


Ao Gaspar dispensamos-lhe a vestidura de donzela enfezadinha e cansada nas falas, mas com ares de burguesa, que todos os dias, de manhã à noite, percorre todas as ruas de Portugal, examina a lupa todas as famílias e esquadrinha os funcionários públicos, para inventar medidas que encham os sacos de prendas com que alimenta as gorduras dos ricos, esqueletiza a classe média e enterra os pobres. Uma madame …. cleptomaníaca !


A Miguel Macedo, o Ministro da Administração Interna, pelo seu oportunismo de ter andado a mamar mensalmente ao erário público 1400 € como subsídio de alojamento, aproveitando o facto de ter uma segunda casa em Braga, e porque quando o eco da escandaleira tomou proporções castradoras, fez questão de tornar claro que abdicava do subsidiozinho “por vontade própria”, assenta-lhe a trajadura do espantalhado, que afugenta os pardais do milho, para que ele próprio o coma!  


Para Nuno Crato dispensamos a farpela do “demo-crato”. A educação pública arde nos confins dos infernos, porque um povo ignorante é um bom povo! A mais recente medida da implosão educativa é a circular que mandou para todas as escolas públicas, com a tridimensional grande medida educativa e democrática da ….. obrigatoriedade de usar o tipo de letra TrebuchetMS e em tamanho 10.


Paulo Macedo o Ministro da desgraça da nossa saúde só poderia encadernar-se de vampiro. Nos hospitais, nos Centros de Saúde e farmácias com as consultas, exames médicos, análises, internamentos, pensos, injecções, cirurgias e medicamentos, suga-nos e alimenta-se com o nosso sangue. A saúde pública definha-se e morrerá com as dentadas sugadoras dos seus salientes dentes …

Aguiar Branco desfila com a roupagem do General do faz de conta! Convencido que comanda as tropas e que ao seu grito de guerra, elas se agachariam …. os militares mandaram-no polir os botões da farda, que nunca vestiu! Ainda que todas as semanas, haja dias em que a Defesa Nacional é trocada pelos seus escritórios de advocacia, fica-lhe bem a farda de general das tropas que não aceitam ser descomandadas ….


A Miguel Relvas o hábito do santo bispo das nomeações de pagamento à rapaziada, é a mascara que melhor lhe assenta. Obviamente, enriquecida pela caixinha que melhor representa a comunicação social, que controla desde há muito tempo, e que lhe obedece nos rituais de anúncios propagandísticos, enganosos para os mais desatentos   


Fecha o corço carnavalesco …. o nosso Presidente da República e a sua Maria. Depois dos seus queixumes sobre a impossibilidade de os seus rendimentos cobrirem os gastos reais … dedicamos-lhe um carro alegórico inteirinho preenchido com um modesto quartinho que lhe sirva de tecto e de descanso e onde uma manta de retalhos aquece o nobre casal!




O CASPER acha que o melhor disfarce do Passos Coelho é o de …. Primeiro-ministro, e dos restantes membros do governo é o de…. Ministro, porque esta gente governativa anda mesmo convencida, que o que fazem na governação de Portugal, é próprio de um Primeiro-Ministro e de Ministros de um País!    

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

A ERA DO .... REGIÃO AÇORES-LAMEGO ( PARTE III )









Então não é que os nossos concidadãos governativos dos Açores também acharam que podiam surripiar qualquer coisinha no Plano de Sustentabilidade 2036 da Lamego Convida, tão transpirado pelo Paulo Correia ???

Sim senhor … quanto mais lemos, mais trapeados nos sentimos!
Se nos contassem, não acreditávamos.
Acreditamos porque vimos e …. quando os nossos olhinhos vêem, a dúvida esfumasse-se.
O que não se esfumará são as palavrinhas que estão “prantadas” no Plano Regional Anual 2009 dos Açores e que são gémeas verdadeiras de mais umas páginas do Plano de Sustentabilidade 2036 da Lamego Convida …
Só não percebemos porque carga de fumos o copianço é do Plano Regional Anual de 2009 ….
O de 2010, 2011 e 2012 não seriam mais actualizados ??!!
Ou será que 2009 naquelas ilhas todas dos Açores, é 2012 em Lamego ???

Este copianço não é brilhante … como o Paulo Correia.
Então não é que sendo os Açores uma região, copiaram valores produtivos de um simples concelho ?
O Plano Regional Anual 2009 dos Açores bem escarranchou a palavra …. REGIÃO, mas no lufa-lufa do copianço …. abrir os olhos para ver, que eram análises, valores e índices que se referiam a uma REGIÃO (dos Açores) …. passou ao lado do suor neural!

O nosso emirato financeiro é um desventurado … nada, nem ninguém, resiste ao copianço no Plano dele!
Mas desta vez a coisa é muito mais sarilhente e grave.
Este copianço refere valores do PIB, caracterização da economia, índices de crescimento nominal, valores da representatividade dos diversos sectores económicos.
E como as coisas pelas bandas dos Açores não são bem iguais às de Lamego, o resultado é valores e avaliações embustadas no Plano de Sustentabilidade da Lamego Convida!
Alguém achou que cá e lá …. ou lá e cá, Região dos Açores ou Lamego é tudo a mesma furna.
Vai daí, botou no Plano de Sustentabilidade da Lamego Convida os mesmos números, euros, PIB, representatividade de sectores de actividade …. que são da Região dos Açores!
Resultado? Somos gémeos verdadeiros dos Açores.
Até temos um sector primário de peso em Lamego … onde pontuam as vacas!
Um dia destes o Cavaco Silva vem outra vez a Lamego e vai conseguir ver na Av. 5 de Outubro ou na Praça do Comércio …. magotes de  vaquinhas a caminho dos pastos, felizes e a rirem-se para ele!



O CASPER diz que o Paulo Correia e o Francisco Lopes estão de parabéns. Fizeram um Plano de Sustentabilidade para a Lamego Convida até 2036 e para os Senhores Juízes do Tribunal de Contas analisarem ….…. verdadeiramente internacional e que consegue pôr em Lamego um plantio de vacas que pastam nos Açores!