Número total de visualizações de página

sexta-feira, 28 de junho de 2013

BEM MANDADO ....





António Carreira, o vereador vice-presidente da Câmara do Francisco Lopes é um menino muito, muito, muito bem mandado ….

Francisco Lopes pela sua mão e tinta despacha …… para mandar à reunião de Câmara para aprovar.
O vice António Carreira põe a data, descarrega o seu carimbo e bota a sua assinatura !!!! 
Francisco Lopes pela sua mão e tinta despacha …. para mandar à reunião de Câmara para ractificar.
O vice António Carreira põe a data, descarrega o seu carimbo e bota a sua assinatura !!!! 
Por causa de um impedimento legal, o Francisco Lopes Presidente da Câmara não pode despachar os oficios, pedidos e afins, que o Francisco Lopes Presidente da Lamego Convida lhe manda para a sua Câmara decidir, deliberar ….
Se a coisa fosse bem feitinha e o disfarce estivesse à altura das boas camuflagens, tudo o que vem da Lamego Convida (mesmo que dirigida ao Francisco Lopes Presidente da Câmara) deveria ser despachada pela mão e tinta do Vice António Carreira, ainda que lhe assoprassem as letrinhas que conviria desenhar ….
Diriamos até, que com o despacho escrito pela mão e tinta do vereador vice, para além de o gato não nos aparecer escondido com o rabo, tudinho, tudinho, tudinho  de fora, era muito mais dignificante para o António Carreira …..
Mas se o vice não se importa ….. é um menino muito, muito, muito bem mandado !!!

 
 

 

O CASPER diz que o barão de Cepões promovido à Câmara de Lamego não tem carimbo para descarregar e não assina os despachos das tintas de outros, porque a sua onda é mais dar ordens à rapaziada camarária …  




quinta-feira, 27 de junho de 2013

COMÉDIAS DE CERAS ....








A Câmara do Francisco Lopes de vez em quando, e mais vezes do que quandos, proporciona-nos autênticos show´s comediantes de nos fazer partir os dentes e quebrar as pestanas !!!!
Manuel Coutinho levou a reunião de Câmara, para aprovação e assinatura, um protocolo com a empresa Uzardenovo L.da que visa a recolha dos restinhos de velas ardidas nos cemitérios do concelho de Lamego. 
A ideia não é má, principalmente se o retorno for mesmo, mesmo, mesmo o recebimento de cabazes alimentares, mesmo, mesmo, mesmo para dar aos mais necessitados.
O que é mau, mesmo, mesmo, mesmo, muito mau é a embrulhada que embrulha esta recolha de ceras e protocolo !!!!
Na pastinha do vereador Manel Coutinho, encarregado de fazer a proposta protocolar para ser aprovada e assinada, descobrimos uns folhetos publicitários da empresa Ceradenovo L.da ?!?!?!!!!!  
Desembrulhados os folhetos publicitários, o protocolo, as ceras .... demos de caras com uma baralhada atrapalhada  …..
A empresa UZARDENOVO L.DA tem como actividade oficial e registada a recolha de roupas, calçado, brinquedos e material escolar usados, que depois vende ao Kilo. Que o mesmo é dizermos: espalha uns contentores onde o pessoal deposita o que já não veste, calça, brinca, escreve, lê ou pinta, dá umas gramitas às autarquias e vende os restantes kilos.
Recolha de velas e cirios …. Não.
A empresa CERADENOVO L.DA tem como actividade  oficial e registada a recolha de velas e cirios, também usando o mesmo esquema. Que o mesmo é dizermos: espalha uns contentores, quase sempre nos cemitérios, onde o pessoal deposita as velinhas já queimadas, dá umas gramitas às autarquias e vende os restantes kilos de pastas de cera.
Recolha de velas e cirios …. Sim.
Estas 2 empresas, a avaliar pelo endereço do mesmo armazém F 7, na Zona Industrial de Tibães, em Braga, onde as ditas assentam arraiais, cheira-nos,  que devem ser assim do tipo …. primas, cunhadas, co-mancomunadas …. mas para efeitos legais e fiscais são desapegadas e independentes.
Que o mesmo é dizermos: uma é uma, a outra é outra.
E de onde se conclui, que se ao nível das entidades privadas não se pode protocolar ou contratar uma empresa para fazer, o que não pode fazer, e que é outra que faz e vai fazer, ao nível das entidades públicas é …. embrulhada escaldante !!! 
A empresa UZARDENOVO L.DA só pode e deve andar atrás de roupas, calçado, brinquedos e material escolar usados, para vender ….
A empresa CERADENOVO L.DA só pode e deve andar atrás das ceras ardidas, para vender ….
Se isto estava tudinho escarranchado e clarinho no material publicitário da pastinha do vereador Coutinho, aprovar e assinar um protocolo para recolha das nossas velinhas pela, e com a UZARDENOVO L.DA …. em vez de, e com a CERADENOVO L.DA é no mínimo …. mais um STAND-UP COMEDY da Câmara do Francisco Lopes !!!!
 

 

 

O CASPER  pergunta se o Francisco Lopes & C.ª vai registar na contabilidade camarária a cera, mesmo que transformada em géneros alimentícios, recebida da Uzardenovo L.da mas recolhida pela Ceradenovo L.da, ou se vai usar a mesma conta do bar da Câmara.    

sexta-feira, 21 de junho de 2013

NOTICIAS DO SUBSIDIO DE FÉRIAS ....






Cavaco Silva, se não fosse um coiso que não nos serve para nada (com excepção daquela parte que nos leva dos impostos para pagar aos mordomos dos mordomos … ) poderia ter aproveitado a disfunção atolambada do governo no pagamento dos subsídios de férias, para fazer de conta que se preocupava muito com os portugueses ….
Cavaco Silva tinha tudo a seu favor: o Governo atrasou-se na elaboração do diploma que atirava com o pagamento dos subsídios de ferias para Novembro, a lei em vigor impunha o pagamento do subsídio de férias em Junho (trabalhadores e pensionistas do Estado) e Julho (reformados da segurança social) e o artigo 136.º da Constituição dá ao Presidente da República o prazo de 20 dias contados a partir da recepção de qualquer decreto da Assembleia da República para ser promulgado como lei.
Mas não.
Cavaco Silva, preferiu cobrir a directiva ilegal do Governo que ordenou aos serviços públicos que não pagassem, recebeu o diploma atrasado e promulgou-o em 24 horas !!!!  
É cada vez mais evidente que Passos Coelho e Paulo Portas são o governo que Cavaco Silva apadrinha e cobre as costas,. 
Temos um Presidente da República que se está a borrifar para as nossas maleitas do dia a dia ….
 


 

O CASPER diz que as sugestões que aqui deixa para o gozo do subsídio de férias no natal são só para muito poucos, porque a grande maioria dos portugueses estavam desesperados à espera de receber o subsidio em Junho/Julho para poderem pagar algumas das suas dividas ….   

quarta-feira, 19 de junho de 2013

A ADIVINHAÇÃO DO SERÁ (???) ..... É !!!!!





O xaque mate adivinhado aconteceu ……
José António Martins é o Director do Agrupamento de Escolas de D. Egas Moniz de Lamego !!!
Para a história da educação e da gestão escolar de Lamego ficarão os nomes de Isabel Mirandela e Carlos Rei como gente corajosa que não se conforma com jogos de xadrez viciados num desenfreando controle politico de tudo o que mexe no concelho.
Os próximos quatro anos … ditarão quem ganhou, e quem perdeu, nesta comunidade educativa de professores, alunos, funcionários e encarregados de educação.
Os outros …….. não vão à escola para aprenderem, não ensinam e educam os alunos, não fazem trabalho administrativo, não limpam as salas de aula, nem tomam conta dos meninos ….
Os outros ….. não trabalham no Agrupamento de Escolas de D. Egas Moniz de Lamego !!!
 

 
 

O CASPER está chocado por ter adivinhado quem seria o director que o Conselho Geral deste agrupamento escolheria ....

 

 

 

segunda-feira, 17 de junho de 2013

ARENA ...... EM FERREIROS !!!!




José Manuel Santos era o líder do CDS/PP de Lamego e em 2005 subscreveu a candidatura da coligação PSD/CDS, encabeçada por Francisco Lopes, com Manuel Coutinho a pontuar nesta coligação como vereador do CDS/PP.   

Nas eleições autárquicas de 2009, José Manuel Santos conjurando as mirambulisses, o endividamento colossal, os mercedes, as Lamego Convidas e Renovas e outras ocorrências do primeiro mandato camarário de Francisco Lopes, achou que o CDS/PP estava a manchar-se e defendeu que o seu partido não embarcasse na repetição da  coligação.
Manuel Coutinho não achou piada à possibilidade de perder a sua cadeira da vereação, Francisco Lopes queria coligação, José Cesário (na altura chefe distrital do PSD) e Hélder Amaral (chefe do CDS/PP distrital) entenderam-se e Francisco Lopes avançou para as autarquicas de 2009 novamente em coligação.
José Manuel Santos candidata-se então, como independente à Junta de Freguesia de Ferreiros e ganha.
O CDS/PP expulsa-o do partido, Francisco Lopes e o seu yes man Manuel Coutinho fazem-lhe a vidinha negra em Ferreiros e José Manuel Santos assume-se na Assembleia Municipal como uma voz hostil à desvairada e atrapalhada gestão autárquica coligada.
Em tempos de preparação das eleições autárquicas de 2013, José Manuel Santos foi dizendo que não se recandidataria, mas que a sua equipa seria candidata à Junta de Freguesia de Ferreiros, liderada pelo seu segundo ( o Patrício ) e mantendo a sigla da independência ….
Eis quando se vem a saber, que o tal Patrício, o tal que terá prometido manter a linha da independência e não se deixar levar na onda dos que lhe fizeram a vidinha negra na gestão da freguesia  ….. é … afinal, o candidato pela coligação PSD/CDS à Junta de Freguesia  de Ferreiros !!!
Foi quando bastou, para que José Manuel Santos, verdadeiramente irritado e desgostoso, se vestisse de Spartacus e saltasse para a arena da luta autárquica da freguesia de Ferreiros …
 
 
 

 

O CASPER diz que o José Manuel ficou tão, tão irado com a infidelidade do Patrício, que antevê uma luta frenético-sanguinária na arena de Ferreiros   

quinta-feira, 13 de junho de 2013

EM QUEDA LIVRE NO BURACÃO ....







Esta coisa das gastações autárquicas que fazem dividas, dividas e mais dividas, que não pagam, não pagam, não pagam ….  e que os responsáveis gastadores vão empurrando para a frente, frente, frente ….  escavam a cova, alargam o buraco, transformam-se em buracão e depois …. afundam …. afundam mais ….  afundam  mais e mais …. até que um dia, tarde ou cedo, perdem o fundo e estouram num estridente, áspero e esfogueado  PUM !!!!

Que o mesmo é dizermos: bem podem os desenfreados autarcas super, mega, híper gastadores andar a esconder do povo as dívidas que não pagam e que aumentam todos os dias, para arrecadar os votinhos que os mantêm na gastação, porque não se safam de a hecatombe vir à luz do dia e de se esparralhar nos olhinhos do povo, e de assistirmos ao seu trambolhão em queda livre no abismo que cavaram !!!
Ao longo de anos, não havia rua, avenida ou recanto de Lamego que não soubesse ou falasse do buraco que existia e que se afundava mais e mais, dia-a-dia, na Junta de Freguesia de Almacave.
Ao longo de anos, o Presidente da Junta de Almacave e as suas sucessivas equipas, foram sendo eleitos, reeleitos e reeleitos.
António Lourenço foi até brindado com um lugar no gabinete presidencial de Francisco Lopes e …. não fora aquele indisfarçável criprocoó dos líquidos que o punham a falar demais sobre as reentrâncias do governo local e ainda hoje, usaria a grinalda do assentamento no gabinete presidencial.
De divida em divida, de enrolanço em enrolanço, de tapa aqui e destapa ali, de buraco em buracão, o agaladoardo pelo voto do povo está em queda livre no buracão do abismo …
Depois da penhora das carrinhas dos transportes escolares, seguem-se 16 ordens judiciais de penhoras notificadas à Câmara de Lamego !!!
Parece que os credores, já sem paciência para suportarem a ardência e que recorreram ao Tribunal na esperança de verem cintilar nos seus bolsos os euros que lhes pertencem, souberam que a Junta de Freguesia do António Lourenço tem uns dinheiros para receber da Câmara do Francisco Lopes ao abrigo de …….  assim do tipo, protocolos que costumam ser assinados com as Juntas de Freguesia e cujo pagamento faz parte do rol das dividas do saneamento financeiro e do PAEL da autarquia de Lamego !!!!
Obrigados a cumprir as 16 penhoras entregando os euros pendentes, Francisco Lopes e os seus Companheiros perceberam que aquela coisa do da queda livre no buracão do abismo cavado e do mais cedo, que tarde, é já agora, e por isso, antes que vão mais euros para que o Tribunal o entregue a credores, trataram de acautelar que esse dinheiro fique na sua Câmara …..
Os Protocolos da Câmara do Francisco Lopes com a Junta de Freguesia de Almacave foram todos revogados !!!!
Agora, sem mais nada para agarrar ..... os calotes …. as penhoras …. que estão para chegar já, já, já  ….  eram !!!
 

 

 

O CASPER sugere que os eleitores e reeleitores dos responsáveis por estas hecatombes esburacó-faraónica das dívidas autárquicas, se cotizem e voluntariem para as pagar, poupando os bolsos daqueles que não gostam e são intransigentes com este tipo de brilhantes gestores autárquicos. 
 
 

quinta-feira, 6 de junho de 2013

EI-LO .... O CANDIDATO DO PS À JUNTA DE FREGUESIA ALMACAVE-SÉ !!!!

 
 
 
O PS de Lamego já tem o seu candidato à presidência da grande freguesia citadina que junta a Almacave e a Sé.
Trata-se do Doutor, Mestre, Grado de Salamanca e Professor …………. Alberto Almeida.
A novidade saltou para a ribalta, porque Alberto Almeida nas últimas semanas tem andado num calcorrear estonteante de contactos e convites.
Nas hostes socialistas há quem não se esqueça do comportamento de Alberto Almeida quando foi vereador, altura em que contra tudo e todo, resolveu ser simpático com os desnorteamentos financeiros de Francisco Lopes e aprovar sincronicamente as suas montagens e malabarismos de gestão.
Este seu isocronismo, valeu-lhe até, ter sido envolvido nos processos que foram abertos pelo Ministério Público do Tribunal de Contas a propósito dos chumbos das contas da Câmara do Francisco Lopes, da sua Lamego Convida, do seu esfrangalhado multiusos …
Com a escolha de Alberto Almeida para candidato a presidente da Junta de Freguesia Almacave-Sé, o candidato à Câmara de Lamego do PS Manuel Ferreira dá um bónus e chama à luta autárquica os seus opositores internos na passada luta pela concelhia, já que aquele, integrou a lista de José Luis Correia e Paulo Barradas.
Os socialistas menos esquecidos das isocromias de Alberto Almeida, já vão dizendo que ..…. na hora do voto para a Junta de Freguesia de Almacave-Sé, prevêm padecer de um ataque de  amnésia, fechar os olhos e pôr a cruz do PS, porque valores mais altos se levantam !!!
Que o mesmo é dizermos: a desgraça da gestão camarária de Francisco Lopes tem o condão de pôr o PS a cerrar fileiras na próxima contenda autárquica, mesmo sem ter digerido algumas azias passadas !!!  
Na coligação PSD/CDS a candidatura de Alberto Almeida foi bem recebida e houve até, quem recorda-se a excursão a Salamanca chefiada por Francisco Lopes para engrossarem os aplausos ao título do Grado e do Doutoramento do candidato do PS.
Um bom sinal para o caminho da vitória de Alberto Almeida, é o facto de António Lourenço, ainda a viver no limbo do posso, não posso, ser candidato independente, achar que o PS tem um mau candidato.
Por aí …. vai-se dizendo que Alberto Almeida tem capacidades e habilitações mais do que suficientes para tratar do buracão sem fundo que grassa na  Junta de Almacave, que já assegurou apoios de peso popular e que o Jardim do Campo, a Alameda e a Praça do Comércio estão ao rubro.
Lá mais para a Sé …. com a avenida Dr. Guedes Teixeira desmantelada e incirculável, e o  tamponamento de um dos lados da rotunda do Soldado Desconhecido,  o pessoal que costumava prazentear-se nos andarilhamentos  comentativos, anda desmotivado e escasseado.
 
 
 
O CASPER espera que agora que o Alberto Almeida é professor, grado, mestre e doutor, perceba que as suas passadas isossincronias com a gestão financeira autárquica do Francisco Lopes só lhe trouxeram, como aos Lamecenses, autenticas calamidades.       

quarta-feira, 5 de junho de 2013

SERÁ ?!?!?!?





O Conselho Geral do mega agrupamento de escolas Latino Coelho vai eleger o mega Director.
Parece que a coisa estava toda bem ajeitadinha, até que um não calculável aconteceu !!! Um não calculável que pôs a comunidade educativa em agitação desassossegada e alborotada.
Em cima da hora, Isabel Mirandela e Carlos Rei resolveram concorrer ao lugar de director do mega agrupamento, obrigando os 21 membros do Conselho Geral a uma trabalheira desgraçada e estorvando-lhes o passeio levezinho pela passadeira estendida a José António Martins.
Diz o Aviso do concurso que os candidatos serão avaliados com base no seu curriculum e no projecto de intervenção que apresentarem para o agrupamento.
Do que se sabe e se diz, quando se fala em currículos Isabel Mirandela e Carlos Rei batem José António Martins …
Isabel Mirandela foi Coordenadora da Área Educativa do Douro Sul (ex-CAE), Presidente do Conselho Executivo da Escola E.B. 2, 3 de Lamego e tem formação superior de especialização em gestão escolar.
Carlos Rei, igualmente com formação superior de especialização em gestão escolar, foi Presidente do Conselho Executivo do Agrupamento de Escolas E.B. 2, 3 de Lamego (o único Agrupamento de escolas que existia em Lamego e que foi sucumbido para criar e engrossar o da Latino Coelho)
José António Martins não terá formação superior de especialização em gestão escolar e foi Presidente do Conselho Executivo do Liceu Latino Coelho.
Até aqui …. o rigor dos pesos curriculares conduziria a contenda votativa à deambulação entre Isabel Mirandela e Carlos Rei.
Mas parece que as opções politicó-locais não estarão vocacionadas para estes 2 Super´s, que não se calam a defender que …. Para a escola, o que é da escola …. e, para a politica, o que é da politica … tornando-se assim, dois modelos nada desejáveis nas modas que vão passarelando por estas paragens Lamecenses.
Ora é aqui, que entra aquela coisa da avaliação do projecto de intervenção no agrupamento que cada um apresentou e que dá pano para mangas, que é como quem diz …. para justificar as inclinações votativas dos 6 votos da representação camarária e comunitária que podem alterar a decisão dos votos educativo !!!!
Para se perceber, na última eleição do género, Isabel Mirandela ganhou a José António Martins nos votos circunscritos à comunidade educativa (professores, alunos, encarregados de educação, funcionários), mas na hora do chamamento a votar dos 3 representantes da Câmara do Francisco Lopes e dos 3 pseudo-representantes da comunidade local, a coisa inverteu-se e a coroa da vitória de José António Martins saiu directamente das mão destas 6 individualidades !!!!! 
Que o mesmo é dizermos …. o que a comunidade educativa considera ser o melhor para a sua escola e educação … tem peso zero para a autarquia e para os pseudo-representantes da comunidade local !!!!
Vai daí …. chegados outra vez a eleições para o mega director, a agitação educativa agita-se, fermenta, inquieta-se, alvoraça-se porque não gosta de a sua vontade ser reduzida a infra zeros.
Dizem os entendidos dos meandros educativos, que apesar do peso curricular e da sabedoria dos projectos apresentados pelos 2 Super´s, o resultado electivo do mega director há muito que está pré anunciado e sabido !!!
Parece que conseguiram chegar a esta conclusão, depois de andarem a espreitar numas cartinhas do Tarôt que lhes visionou um desfecho repetitivo: os representantes do município e da comunidade local vão assobiar nos predicados curriculares, e gostar muito muito muito do projecto de intervenção do ……… José António Martins !!!!    
No dia da eleição se verá …. se as cartinhas de Tarot estavam mesmo ajeitadinhas.
Mas se assim for, Carlos Rei e Isabel Mirandela merecem o titulo de Super´s, pela coragem de pelo menos, terem obrigado à trabalheira da fazedura de um relatório justificadissimo  para os afastarem da categoria de directores e por terem enrodilhado a passadeira do simples passeio na eleição do super director do Agrupamento Escolas Latino Coelho de Lamego.

 

 

O CASPER depois de muito vaguear não conseguiu qualquer esclarecimento sobre o processo seguido para o assentamento dos representantes que representam a comunidade local no conselho geral, e por isso, na falta de melhor justificação, acha que poderá estar relacionado com a propensão politica para a onda tsunamica do champanhe: um, porque o fornece, outro, para abençoar a vertência da espumaria e o outro para ficar de prevenção aos canais despejantes, no caso de a borbulhação os entupirem …