Número total de visualizações de página

quarta-feira, 31 de julho de 2013

PENHORA NA LAMEGO RENOVA ...






A Lamego Renova, a parceria público privada que Francisco Lopes congeminou para construir o coiso desarranjado a que chamou de multiusos nos últimos dias tem estado debaixo de fogo pesado …
Domingos Nascimento (presidente do conselho de administração), Paulo Correia e Ascensão Amaral (vogais do conselho de administração), uns magnânimos experto-ó-financeiros que circuitam com Francisco Lopes as ondulações cruzadas entre a Câmara, a Lamego Convida e a Lamego Renova, sempre fizeram questão de andar muito disfarçadinhos, caladinhos e a fazer de conta que … não estão nem aí !!!!
Ao ponto de a maior parte dos Lamecenses desconhecer que o emirato financeiro Paulo Correia faz uma ginástica vertiginosa com esparregatas para ter um pé na administração da Lamego Convida e o outro pé na administração da Lamego Renova….
Ou, de Domingos Nascimento candidato à Presidência da Assembleia Municipal de Tarouca pelo PSD, nas suas páginas publicitárias para divulgação popular se esquecer de referir a sua responsabilidade administrativa na Lamego Renova e da sua mãozinha no escandaloso multiuso …  
Percebemos que tirando aquela parte do dinheirão que ganham por cada reunião do conselho de administração que fazem, não é lá grande carta de recomendação ser-se guru de uma PPP que é dona de um multiusos desarranjado e desalvorado que custará milhões aos Lamecenses para servir de espanejamento aos insectos voadores  !!!
E se um multiusos, que começou já a ser todo desmontado e destampado para voltar a ser montado e tampado, para ver se conseguem resolver o afundamento e a tombação, incomoda os alucinantes visionários da suprema competência e modernidade desbaratada, levar com penhoras em cima por causa de calotes pregados com o multiusos faz uma comichão terrível 
Uma empresa que diz ter prestado serviços de avaliação e fiscalização ao multiusos e a quem a Lamego Renova pregou um calotes de 40.000 euros, cansou-se de esperar que lhe pagassem e não esteve com meias tintas …. logo pela manhazinha, armada com uma solicitadora de execução, a PSP de Lamego e uma carrinha para carregamentos, plantou-se na sede da Lamego Renova, que para facilitar a esparregata do emirato Paulo Correia está instalada na sede da Lamego Convida  e tratou de penhorar-lhe bens ….
Foi um dia de temperaturas bué tórrida nas paragens da Lamego Renova e Convida !!!
A malta da penhora não era para brincadeiras … quando deram conta da confusão plantada entre, o que é da Lamego Renova e/ou da Lamego Convida, não estiveram com salamaleques: impediram todo o pessoal de abandonar as instalações mesmo durante a hora do almoço, exigiram facturas provativas de que os equipamentos não eram da Lamego Renova e a ordem foi para carregar e penhorar equipamentos a eito ….
À rasca estiveram alguns funcionários … que se viram aflitos para impedirem a penhora dos seus computadores portáteis pessoais e demonstrar que não eram propriedade nem da Lamego Renova, nem da Lamego Convida.
Parece que pelas bandas da Lamego Convida os fadados desbaratamentos de euros são mesmo só para os senhores da administração, porque no que toca a muitos dos funcionários e técnicos se querem escrever umas coisas em computador têm de usar os seus próprios portáteis ….
O emirato Paulo Correia andou numa correria transpirativa pela Câmara de Lamego para ver se conseguia arranjar os 40.000€ euros para meter na Lamego Convida e esta mandar para a Lamego Renova … 
O Domingos Nascimento dizem-nos que não apareceu na penhora porque ….. andava disfarçado de não-PPP,  de não-Lamego Renova, de não-multiusos e de alto gestor financeiro ….. em Tarouca.
A solicitadora de execução com a PSP de Lamego ao lado, não deixou tugir, nem mugir Ascensão Amaral …
A desculpa  apresentada para o não pagamento dos 40.000€ durante quase um ano foi a de que Lamego Renova aguardava o pagamento de uma indemnização por parte dos Irmãos Cavaco, dos Coutos e dos Marinhos pelo atraso no funcionamento do multiusos.
A desculpa parece que provocou gargalhadas nos penhorantes.
Então não é que eles sabiam, que os Irmãos Cavacos faliram, os Coutos já bateram no fundo e que, por isso, destes, não virá conserto do multiusos, nem indeminizações ?!?!?
Então não é que que os penhorantes estão até convencidos, que não serão os Marinhos a pagar sozinhos o conserto do multiusos ?!?!?! E que muito menos dos seus bolsos virão indemnizações ?!?!?    
 

 

 

O CASPER diz que este Lamego do Francisco Lopes e Companhia está cada vez mais vergonhoso  
 

domingo, 28 de julho de 2013

EM LAMEGO .....






 
 
 
 
 
Os Lamecenses não têm dinheiro ….. porque o governo lhes cortou nos salários, nas pensões e nas reformas.
Os Lamecenses não têm dinheiro … porque o governo os suga com uma carga fiscal nunca vista.
Os Lamecenses não têm dinheiro …. porque a Câmara do Francisco Lopes lhes cobra a taxa máxima de IMI, o preço mais elevado do distrito e uma das mais caras do País por cada gota de água que consome, recolha de lixos e saneamento.
Os Lamecenses não têm dinheiro …. porque a Câmara do Francisco Lopes inventou mais uma  taxa … a da proteção civil.
Lamego tem uma taxa de desemprego de 27,2%, a mais elevada da região e muito superior aos 18% de Portugal.
Nos últimos anos a Câmara do Francisco Lopes gastou à fartazana, faliu a autarquia e não fez um único investimento produtivo ou que tivesse criado riqueza …. 
A economia Lamecense morreu.
Lamego é um concelho moribundo …..    
 
 
 
O CASPER diz que os Lamecenses devem agradecer ao Francisco Lopes e C.ª a sua aposta e gastação no multiusos destrambelhado, nas Lamegos Convidas, nas Lamegos Renovas e enos bués de paralelos e de empredulhamentos 
 

segunda-feira, 22 de julho de 2013

VIAGENS LONGÍNQUAS A PREÇO DE FUNDOS COMUNITÁRIOS





Francisco Lopes tem sido um ver se te avias em viagens longínquas financiadas pelos Fundos comunitário….

A semana passada foi a vez das terras de Macau !!
A justificação para o financiamento das viagens e das estadias é divulgação de Lamego e captação de mercados para a comercialização de produtos da região …
Desconhecemos se Francisco Lopes tem carregado nas malas que o acompanham para os países longínquos, garrafas de champanhe, bolas, enchidos, pasteis lamegos, batatas, aboboras, alfaces …. ou, se só leva fotografias.
O que temos a certeza é que até agora, de todos os continentes para onde viajou e estadiou, nenhum estrangeiro nos escreveu a fazer encomendas destes nossos produtos divulgados ….
É pena que Francisco Lopes não arranje forma de os fundos comunitários nos financiarem o preço da água, o IMI, as taxas da proteção civil …. Ou, os salários, os impostos, as pensões … que o seu governo PSD/CDS nos rouba para manter outros no tirolé … tiroli  !!!!

 
 

 

O CASPER sugere que na próxima viagem longínqua e já que a coisa é paga por fundos comunitários, Francisco Lopes tente vender o seu marafanhado  multiusos. 

terça-feira, 16 de julho de 2013

PRÓ INDEPENDENTE

 
 
 E prontos!
Temos candidato pró independente à União de Juntas de Freguesia Almacave Sé !!!!
É José Barradas, técnico de impressão da Tipografia Voz de Lamego, que apesar de sempre ter abraçado as doutrinas sociais democráticas, cansou-se dos sociais democráticos que governam em Lisboa e em Lamego, resolveu mandá-los às malvas, assumir a sua própria social democracia e apresentar-se como candidato independente à Junta de Freguesia Almacave Sé !!!
Há já vários dias que uma malta entusiasmada anda de rua em rua, de café em café, de casa em casa a recolher assinaturas …. e a coisa vai adiantada !!!
José Barradas está verdadeiramente empenhado nesta sua candidatura e garantem-nos que conta com os conselhos estratégicos e políticos do mano Paulo.
Entretanto já foi posto a circular pelos apoiantes desta candidatura, que se José Barradas ganhar a presidência desta Junta de Freguesia, não colocará na porta da sua residência uma placa a dizer “ José Barradas: Presidente de Junta da cidade de Lamego “. 
 
 
 
O CASPER diz que está com curiosidade para saber se o Paulo Barradas vai fazer campanha eleitoral pelo Alberto Almeida, candidato à mesma Junta pelo seu partido e seu apoiante nas lutas internas socialistas, ou pelo irmão José.

sexta-feira, 12 de julho de 2013

PIRATAGENS .....







 A 1 mês do fim do prazo fixado na lei para que a falidérrima e alucinada Lamego Convida encerrar portas, Francisco Lopes, Paulo Correia e C.ª querem manter por mais tempo a loucura desalvorada dizendo …. para gáudio dos Lamecenses e como se fosse uma surpresa surpreendente    que a resolução das envolvências diabólicas em que a dita está atolada tem muitas “vicissitudes” e “um significativo grau de imprevisibilidade” !!!!
O pedido de prorrogação do prazo liquidatário foi aprovado na reunião da Câmara e na Assembleia Municipal com os votos da maioria PSD/CDS.
Francisco Lopes, Paulo Correia e C.ª justificaram justificaderrimamente por que é que a coisa alucinada é vicissitudinal e tem um grau significativo imprevisiderrimo !!!!

Percebido ......

a)    Estão esparramados nos cruzamentos belzebúticos e infernais entre a Lamego Convida (pertença da Câmara do Francisco Lopes) e a Lamego Renova (que tem lá uns 51% dos Irmãos Cavacos, dos Coutos, dos Marinhos …) e que andaram a fazer para construírem o multiusos e o parque de estacionamento, que deve ser aquele sitio onde estacionaram um caixote de ferrugem que tiraram do telhado do multiusos para ver se o seguravam de pé !!!! 

b)    Estão esparralhados com os empréstimos bancários que a Lamego Convida fez e estão por pagar, e com os milhões emprestados pela Caixa Geral de Depósitos à Lamego Renova para construírem o multiusos e que para serem concedidos a Câmara de Lamego escreveu uma carta de conforto garantindo que se a malta da privada (os Irmãos Cavacos, os Coutos, os Marinhos … ) e a Lamego Convida não pagassem … cá estaríamos nós para os pagar.
Esta é mesmo muito muito vicissitudal … porque a Caixa Geral de Depósitos com o fecho das portas da Lamego Convida, quer os milhões de volta … e não estão interessados nas ferrugens turbulentas !!! Já o Teatro Ribeiro Conceição que o Francisco Lopes deu à devedora Lamego Convida pode interessar-lhes ….  

c)    Estão desalinhados porque o Tribunal de Contas tem há meses retido e sem dar o necessário visto, o contrato de arrendamento do multiusos da Lamego Renova para a Lamego Convida e sem ele, o desfalecido não pode ser descarregado na Câmara e os privados irritam-se !!!  

d)    Estão entornados porque os privados da Lamego Renova (os Irmãos Cavacos, os Coutos, os Marinhos … ) querem desfazer-se das acções que têm nesta parceria público privada, mas a coisa não está fácil e as negociações têm demorado !!!!????
Parece que a vicissitude é porque os privados estavam convencidos que as acções que têm na Lamego Renova eram tão boas, tão boas … que quando as quisessem vender o Francisco Lopes, o Paulo Correia, o Pinto, o Coutinho … iam andar à porrada para ficarem com elas !!! 

e)    Estão vazados porque a alucinação e as belzebúticas bateram tanto no fundo escuro, que em Março de 2011 andaram a fazer suprimentos de umas centenas largas que agora têm de ser des-supridos !!!
Esta vicissitude é de consequências bué imprevisíveis ….. Se a Lamego Convida não tinha/tem um aério, o suprimento eural só pode ter vindo da Câmara do Francisco Lopes e a adversidade vicissitudal é que pelos visto se esqueceram que esta coisa dos suprimentos tinha de passar obrigatoriamente (mesmo que só para inglês ver, porque a malta da maioria aprova tudo …) pela aprovação do executivo camarário e da Assembleia Municipal !!! 

f)     Estão apavorados não há cheta nem crédito e têm de pagar a onda de dividas a fornecedores e prestadores de serviços que cansados de esperar já mandaram as cobranças para o Tribunal e vêm ai penhoras !!!!  

g)    Estão aterrados porque precisam de tempo para resolver o problema do descambado do multiusos cujas paredes, tectos e fundos continuam descarrilhadamente a tombarem …
Um vicissitude dos raios !!!! Demolir é a solução. Não convém é que o derrube arrasador seja feito antes das eleições autárquicas …. 

h)   Estão a construir uma multa pelo atraso na construção do multiusos ?!?!? Esta é uma ideia dos ácaros !!! Já agora podiam arranjar também uma outra multa pela não conclusão da obra de requalificação da zona envolvente …..   

i)     Estão a driblar a pré contratação da construção do edifício para instalação de entidades sem fins lucrativos !!! Deve ser aquele cujo concurso foi lançado pela Lamego Convida depois de ter sido decidida a sua extinção e numa altura em que já deveria estar em liquidação ….   

j)      Estão ensombrados porque se as contratações para o Teatro Ribeiro Conceição deram raia …. os despedimentos deram tubarões !!!! Os senhores que não foram contratados fizeram um escabeche porque o concurso estava minado … os senhores despedidos foram ao Tribunal pedir para serem indemnizados!!!  Vicissitudes das piratagens ….  

k)    Estão desqueixolados com problemas fiscais …. Esta é a vicissitude resultante das fugas ao IVA !!!!  


Desta vez o arquitecto Miguéis não pode dizer que não sabe das envolvências financeiró-diabólicas, nem dos cruzamentos belzebúticos.
Fancisco Lopes e o emirato financeiro Paulo Correia mandaram-no assinar as vicissitudes e os significativos graus de imprevisibilidade ……
 

 

 

O CASPER pergunta a quem é que o Francisco Lopes, Paulo Correia & C.ª vão pedir a prorrogação do prazo. Ao governo do ministro irreversível ou ao governo do ministro reversível ? À ministra Swaps ou esperam que Cavaco Silva apresente a figura misteriosa que governará até Junho de 2014 ? 


terça-feira, 9 de julho de 2013

A CERTEZA DAS INCERTEZAS ......

 
 
 
Depois de muito se ter alvitrado nas hostes socialistas, eis que das catacumbas escondidas surge André Freire, o candidato à presidência da Assembleia Municipal.
Uma surpresa para muitos …. e incogitável para o esquadrão Pinto do Chico e Chico do Pinto.
André Freire é médico, profissão que exerce no Hospital de Lamego, mas é também um activo homem da cultura.
Escritor, compositor e pintor, é Presidente da União Hispano-Americana de Escritores em Portugal, membro da União dos Escritores e Artistas Transmontanos e Altodurienses, pertence ao conselho fiscal da Sociedade Portuguesa de Escritores e Artistas Médicos e é correspondente internacional da Academia Friburguense de Letras.
Foi presidente do Rotary Clube de Lamego e tem participado em inúmeras tertúlias e eventos culturais em Lamego e em Portugal.
De origem brasileira que salta à vista pelo seu sotaque, o seu temperamento aprazível, divertido e disponível, a atenção que dedica aos doentes e o seu bom coração fazem com que André Freire seja uma personalidade muito estimada em Lamego, onde se radicou há já uns anos.
Doou aos Bombeiros Voluntários de Lamego, parte das receitas do seu primeiro livro de poemas “Certeza das Incertezas” (2004).
Certeza é a sua candidatura …. à presidência da Assembleia Municipal de Lamego pelo Partido Socialista.
Das Incertezas ….  será o número de votos com que os Lamecenses o presentearão!
 
Do lado da Coligação PSD/CDS a coisa ainda está embrulhada. O Carrapatoso quer ser o candidato ao lugar que ocupa, depois do José Mário ter navegado para outros territórios. O Pinto do Chico vai sussurrando que a escolha depende de quem for o candidato do PS. O Francisco Lopes assobia para o lado …. para não se comprometer com o Carrapatoso … 
 
 
 
O CASPER diz que o Pinto do Chico logo que soube quem era o candidato à presidência da Assembleia Municipal de Lamego do PS e para que o André Freire percebesse bem, escreveu um livro de poemas com prefácio do Chico do Pinto e com o título “Aí é? Já te vais lixar” .....
 
 

segunda-feira, 1 de julho de 2013

O AGRADECIMENTO ASSUMIDO ....





 No inicio da semana passada, após o jantar, José António Martins, o pré-eleito Director do Agrupamento de Escolas de Latino Coelho de Lamego e a sua esposa compareceram na sede do PSD de Lamego para realizarem a cerimónia de agradecimentos a Francisco Lopes & C.ª pela sua elevação directorial.
A coisa na sede do PSD foi animada e correu muito bem.
Todos os presentes gostaram muito das vénias curvadas de agradecimentos com que o casal Martins agraciou Francisco Lopes.
No final do lava pés, os sociais democratas de Lamego asseguraram que todos ficaram cônscios que José António Martins, no futuro, lhes prestará um bom tributo e não faltará ao chamamento quando tocarem as cornetas …..

 

 

O CASPER diz que esta cena é tão má, tão má …. que nem dá para comentar.